sexta-feira, 28 de março de 2008

Braga


Braga é a cidade fascinio. Entra-se e perde-se a força e a vontade própria.

Somos levados pelos jardins e pequenos edificios com um curriculo maior que os maiores da nossa sociedade.

É aconchegante e intimidante, é convidativo e opulento, é ruidoso e calmo.

Braga é o non sense da alma humana, arrefece-nos o corpo, mas nunca, por nenhuma razão, nos deixa arrefecer a alma.

Incute-nos respeito, como os grandes senhores, aconchega-nos como a mais doce avó.

Braga, cidade onde quero voltar e repetir todas as vivências que experimentei.




































































Sara Marques

3 comentários:

paulo martins disse...

braga é unica. e linda.. como tenho saudades de a tratar por minha..

Claudia disse...

Não é uma cidade que visite frenquentemente, mas quando visito gosto de a olhar bem, porque é uma das cidades mais bonitas e inesqueciveis (:

Luís Filipe C.T.Coutinho disse...

belas fotos, posso pedir-te emprestadas algumas?
:)

beijos